Desestatização: Ninguém faz proposta pelo Anhembi

Por Metro Jornal

Marcado para esta quarta-feira (14), o leilão de desestatização do complexo do Anhembi, na zona norte, não teve nenhum interessado.

A Prefeitura de São Paulo lançou o edital com preço mínimo de R$ 1 bilhão – valor fixado com base em avaliação de três empresas, segundo a administração.

Mas o TCM (Tribunal de Contas do Município) questionou o preço e exigiu reavaliação. O valor foi então elevado para R$ 1,45 bilhão. Consultado pelo Metro Jornal, o coordenador da pós-graduação em gerente de cidades da Faap (Faculdade Armando Alvares Penteado), Mario Pascarelli Filho, disse que também considerava baixo o R$ 1 bilhão como mínimo.

Diante da falta de interessados, a prefeitura disse que vai pedir para o TCM reconsiderar o valor mínimo para o leilão.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo