Autor publica livro em branco intitulado 'Por que Bolsonaro merece respeito?'

Com apenas duas páginas com texto, obra é vendida por R$ 39 e divide opiniões de usuários; conheça o autor e suas intenções ao publicá-la

Por Metro Jornal

Entre vídeos e memes de grande circulação, o viral da vez é um livro. "Por que Bolsonaro merece respeito, confiança e dignidade?" é uma obra de 188 páginas, disponível por R$ 39,60 na Amazon. Com capa verde-bandeira – e uma bandeira de fato dividindo espaço com o título –, a publicação parece bastante séria e, para olhares menos isentos, até favorável ao presidente Jair Bolsonaro.

livro bolsonaro willyam thums Reprodução/Amazon

No entanto, das 188 páginas que compõem o livro, apenas duas estão preenchidas. As 186 restantes estão inusitadamente em branco.

Apesar de seu lançamento em março de 2019, foi apenas em agosto que a obra explodiu na internet. Alguns a consideraram um protesto, um manifesto, ou mesmo uma brincadeira irônica. Outros, apontaram um dito desrespeito do autor em cobrar por um produto que "não é o que parece".

Restava, então, saber qual foi a intenção real do autor.

Quem escreve

Willyam Thums é porto-alegrense, porém vive nos Estados Unidos, em Washington D.C. O brasileiro atualmente estuda para obter um PhD – título máximo na pirâmide acadêmica em países de língua inglesa – na área de Estudos Culturais e Literaturas.

Mas este livro não é parte de algum experimento social ou pesquisa acadêmica. Thums desenvolveu-o por desejo próprio, inclusive publicando-o de forma independente. Sua intenção era propor leituras distintas das páginas em branco.

"Não há resposta para a pergunta", defende. "Deixei em branco justamente para que esse gesto fosse interpretado, ou para que as pessoas chegassem às próprias conclusões… ou não".

LEIA MAIS:
Palocci diz que PT teve R$ 330 mi de forma ilegal

Para disponibilizar o livro ao público brasileiro – seu alvo de fato –, ele encarou o problema da precificação. Para Thums, não seria possível imprimir suas páginas no Brasil, portanto a publicação ocorreu em solo americano. Com os requerimentos do website escolhido – a Amazon, maior empresa de comércio eletrônico do país – e a conversão monetária, o preço foi às alturas.

Feita a oferta, não foi de cara que Willyam obteve resposta: o livro passou alguns meses sem gerar interesse. O autor ainda afirma que, até a quarta-feira (14), não havia vendido uma única cópia.

"Logo depois, deletei o material, já que não alcançava visualização nenhuma, mesmo".

Repercussão

A partir de junho, as primeiras avaliações começaram a pipocar. Supostos compradores criticaram a provocação do autor, o preço, e até mesmo as duas páginas que continham, de fato, texto.

"Apesar de acreditar ser interessante esse tipo de intervenção, não achei correto cobrar esse valor para um livro que não tem conteúdo", comenta a usuária Simone, que se apresenta como pesquisadora.

Todavia, Willyam mantém: "é surpreendente tamanha repercussão, já que [o livro] não está disponível há meses". Ele reitera que "não sabe" de nenhuma compra – inclusive, a impressão da obra só ocorreria caso houvesse alguma demanda.

livro bolsonaro willyam thums Reprodução/Amazon

As críticas logo deram lugar a comentários positivos que inundaram a página da Amazon entre 14 e 15 de agosto. Entre comentários irônicos, também estão elogios ao autor e sua proposta – que dividem espaço com críticas contundentes ao presidente Bolsonaro.

Ataques pessoais

As reações à provocação do livro foram muito além de avaliações de produto. O gaúcho relata ter recebido ataques em seu perfil do Instagram, além daqueles dispersos pelas redes sociais – em maioria, acusações sobre seu posicionamento político.

"Não me parece haver reflexão sobre o gesto do livro", conta. "As pessoas têm suas opiniões formadas precipitadamente, e então acusam sem formularem argumentos com profundidade".

O autor não nega a própria oposição ao político, porém garante que o texto fornecido no livro, bem como sua intervenção, são isentas. O gesto presente nas páginas em branco, no entanto, é declaradamente "político".

LEIA MAIS:
Prefeito de Miami convida Bolsonaro para visita e aprova Eduardo na embaixada

"Você não necessariamente necessita escrever alguma coisa. Foi engraçado ver que muitos dos ataques ao livro e a mim demonstram que grande parcela de leitores não se permitem um diálogo mais profundo politicamente", reflete Willyam. Esta superficialidade no debate é, inclusive, refletida pelas páginas vazias.

No momento, não é possível adquirir "Por que Bolsonaro merece respeito, confiança e dignidade?" na Amazon, ou em seu anúncio no site Mercado Livre. Porém Thums confessa que gostaria de possuir sua própria versão física da obra – e está disposto a imprimí-la, caso houver interesse de um comprador.

O autor também possui outra publicação: uma ficção científica chamada "The Code and the Three Virtual Greatnesses", parte de uma trilogia que reflete sobre uma nova era do planeta moldada a partir da Internet. Esta, de fato, tem mais de duas páginas de texto. Confira no link.

 

 

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo