Prefeitura no RJ é depredada após morte de jovem por bala perdida

Por Metro Jornal

A sede da Prefeitura de Magé, no Rio de Janeiro, foi depredada por moradores após a morte de um jovem de 19 anos na segunda-feira (12). Henrico de Jesus Viegas de Menezes Júnior foi atingido por uma bala perdida durante tiroteio entre policiais e criminosos.

A vítima, que trabalhava como repositor em um supermercado, teria saído de casa para checar um reparo em sua motocicleta, segundo um parente. Já a PM (Polícia Militar) do Rio afirma que ele estava com armas e drogas, o que foi negado pela família.

Veja também:
Nova ruptura de barragem em Brumadinho pode atingir rodovia Fernão Dias
Sarampo: maiores de 30 podem precisar tomar dose de vacina

Menezes Júnior morreu antes de chegar no hospital. Um grupo de moradores da cidade invadiu e depredou parte do Palácio Anchieta, sede da prefeitura, em protesto pela morte do rapaz.

Durante a manifestação, ruas também foram interditadas, pneus foram incendiados e o lixo separado para coleta em algumas vilas foi espalhado nas vias. A PM foi acionada e o ato foi contido no fim da noite – ninguém foi preso.

Na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, o caso foi registrado como homicídio decorrente de intervenção policial. Não houve perícia no local do crime, e a família de Menezes Júnior é aguardada para prestar depoimento.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo