Sarampo: maiores de 30 podem precisar tomar dose de vacina

Por Fabíola Salani, Metro Jornal

As pessoas entre 30 e 49 anos que não sabem se foram vacinadas contra o sarampo após 1 ano de idade devem ser imunizadas. Segundo Juarez Cunha, 61 anos, presidente da Sociedade Brasileira de Imunização, a recomendação é do Ministério da Saúde e faz parte da rotina de vacinação de adultos.

O médico afirma que, nas décadas de 1970 e 1980, a rotina era vacinar as crianças contra o sarampo aos 9 meses. “Aquela dose não é contada, é chamada de dose zero”, declarou. Segundo ele, essa dose é comparável à que está sendo aplicada agora em crianças de 6 a menos de 12 meses.

Cunha ressaltou que é importante que as pessoas com 30 a 49 anos confirmem se tomaram a vacina contra o sarampo depois de um ano. “Se não têm registro ou confirmação, devem se vacinar. Se já tinham tomado a dose e se vacinarem de novo, não faz mal.”

A cidade de São Paulo passa por um surto de sarampo, como 778 casos confirmados no ano. Para combatê-lo, há em vigor uma campanha de vacinação que  busca imunizar, além de crianças de 6 a menos de 12 meses, as pessoas de 15 a 29 anos. “Esse público está com mais casos e, por isso, o foco da campanha é nele”, afirmou o médico.

Em 2008, houve uma campanha nacional de vacinação contra a rubéola e a dose distribuída também imunizava contra o sarampo. Quem tomou a vacina naquela campanha está protegido, disse Cunha.

Campanha até sexta

A campanha de vacinação segue até a próxima sexta-feira. Até o dia 8, segundo a Secretaria Municipal da Saúde, tinham sido imunizados 29,3% dos jovens de 15 a 29 anos e 27,3% das crianças de 6 meses a menos de 1 ano.

tira dúvidas Arte / Metro Jornal

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo