Bancos alertam para golpe da troca do chip da operadora

Por Metro Jornal

A Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) alerta para o golpe da troca de chip do celular. O criminoso obtém dados pessoais de um usuário e liga para a operadora, passando-se pelo cliente, para solicitar o bloqueio da linha telefônica.

Com documentos falsos, em uma loja da operadora de celular, ele habilita um novo chip com o mesmo número bloqueado, mesmo sem ter roubado o aparelho. Depois de ter conseguido o número da conta corrente ou do cartão de crédito, utilizando algum outro método fraudulento, o golpista passa a usar o banco da vítima.

Como o criminoso cancelou a linha telefônica da vítima, o correntista fica sem receber alertas de compras ou códigos de segurança, como SMS, enviados pela instituição financeira. Um indício deste golpe é quando o celular para de funcionar repentinamente.

Para evitar esse tipo de golpe, a Febraban orienta os clientes a proteger seus dados pessoais, inclusive nas redes sociais, e a não revelar nenhuma informação a desconhecidos.

“Quando perceber qualquer movimentação estranha em sua conta corrente ou poupança, ou notar que seu celular parou de funcionar repentinamente, avise o gerente da sua conta ou contate a operadora do seu celular”, afirma.

Cliente não quer mais receber cartão em casa

Após ser vítima de golpe, Silvia (nome fictício) pediu ao banco que não enviasse mais o cartão para a sua casa, mas para a agência onde faria a retirada. Com dificuldades para registrar a senha de seu novo cartão de crédito, ela mandou um e-mail para o gerente. No dia seguinte, recebeu no celular a ligação de uma mulher, que se identificou como auxiliar do gerente e disse que a ajudaria.

Abalada pela morte de uma amigo, sem perceber, Silvia acabou desbloqueando um cartão de débito, que não havia recebido, fornecendo a senha para a golpista, que realizou saques e compras totalizando R$ 7 mil. “O gerente mencionou que os cartões estavam sendo interceptados, sem dar mais detalhes. Disse que os fraudadores clonavam números de telefone do banco”, relata Silvia.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo