Veja onde estão cada uma das 1.591 obras atrasadas em São Paulo

Por Metro Jornal

Lançado em abril pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), o Painel de Obras Atrasadas ou Paralisadas – ferramenta digital de acesso público – foi atualizado na última sexta-feira (2/8) e permite ao cidadão fiscalizar e acompanhar a execução de mais de 1.500 obras situadas nos municípios e no Estado.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro nega retorno de CPMF e cita intenção de reduzir alíquota de IR
Publicada lei que dispensa “habite-se” para famílias de baixa renda

Com a atualização, o painel aponta 1.591 obras públicas atrasadas ou paralisadas no Estado, cujos valores iniciais de contrato superam R$ 49,5 bilhões. A cada 3 (três) meses a Corte de Contas paulista fará novas atualizações das informações.

O balanço atual revela que, desse número, 233 foram concluídas, 43 retomadas e 190 novos empreendimentos acrescentados aos dados, o que representa um total de 1.591 obras no Estado, que juntas, somam mais de R$ 49 milhões.

O usuário pode filtrar por cidade, situação da obra, motivo da paralisação, entre outras variáveis. Basta clicar em cada menu e escolher o que deseja procurar.

É também possível saber a finalidade de cada obra – se abastecerá uma demanda da educação, mobilidade urbana, segurança, saneamento, ou outras – e seu âmbito – ou seja, se é de responsabilidade do Estado, ou do Município.

Confira estes e mais dados acessando a ferramenta, neste link.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo