Duas mulheres buscam ajuda por dia por violência em Santo André

Por Metro Jornal ABC

O Centro de Referência Vem Maria, em Santo André, já atendeu neste ano 369 mulheres vítimas de agressão doméstica. É como se a cada dia, duas mulheres buscassem por socorro. No ano passado todo, foram 691 atendimentos realizados.

A Lei Maria da Penha, que protege as mulheres contra a violência doméstica, completou anteontem 13 anos desde que entrou em vigor. As vítimas de agressão já são atendidas há 21 anos pelo Vem Maria, da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres.

Segundo Maria Alice Antuniolo Gomes, diretora do Departamento de Proteção Social Especial do centro de referência, o perfil dessas mulheres é diverso. “O serviço atende as mulheres independentemente da classe econômica ou cor.”

Dos casos atendidos entre maio deste ano e de 2018, foram registrados 779 relativos à agressão física, seguidas de violência psicológica (240), patrimonial (40) e sexual (16).

Segundo Maria Alice, este número pode ter sido ainda maior, pois muitas mulheres procuram outros meios para denunciar. “Elas procuram outros órgãos para atender suas demandas de segurança”, afirma. “Esses números são das mulheres que vêm até nós.”

As mulheres que buscam atendimento no Vem Maria  recebem atendimentos psicossociais. “Eles podem ser individuais ou em grupo, com psicólogos ou assistentes sociais, dependendo do caso”, afirma Maria Alice. “O objetivo é orientar sobre os direitos da mulher.

Esses atendimentos abrangem orientações sobre inserção social e de cidadania da mulher e palestras com orientações sobre como pedir ajuda em momentos de agressão, além de abrigo temporário, caso elas precisem.

Onde buscar ajuda

A mulher vítima de violência doméstica pode procurar atendimento em qualquer equipamento de assistência social em Santo André, como os Cras (Centros de Referência em Assistência Social) e Creas (Centros de Referência Especializado em Assistência Social). Equipes dessas unidades direcionam as mulheres para o centro de referência do Vem Maria, quando necessário.

É possível obter mais informações pelo site www.santoandre.sp.gov.br.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo