Ministério recomenda vacina em bebês antes de viagens

Por Metro Jornal

O Ministério da Saúde fez alerta na terça-feira (6) para que todas as crianças entre seis meses e um ano de idade recebam a dose extra da vacina de sarampo antes de viajarem para áreas em situação de surto ativo. A recomendação valerá ao menos 90 dias após o último caso ser confirmado no país.

Atualmente, 39 cidades nos estados de São Paulo, Pará e Rio de Janeiro são consideradas de risco pelo ministério, ou seja, com crescimento do número de casos confirmados da doença.

Veja também:
10 anos da Lei Antifumo em São Paulo
Parque Minhocão: próximo passo é liberar a obra, diz Covas

Nos últimos 90 dias, 907 notificações de sarampo foram registradas no Brasil, sendo 901 em São Paulo, 5 no Rio de Janeiro e 1 na Bahia.

A recomendação é que todas as crianças nesta faixa etária sejam vacinadas contra a doença no período mínimo de 15 dias antes da data prevista para a viagem.

O ministério alerta que a dose extra não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança.

Assim, além dessa dose, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ªdose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela.

A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente do planejamento de viagens para os locais com surto ativo do sarampo ou não.

Toda pessoa de um ano a 49 anos de idade deve ter duas doses da vacina contra o sarampo para ficar protegido contra a doença.

Em São Paulo, a campanha de imunização segue até o próximo dia 16 focada em jovens entre 15 e 29 anos de idade. A capital paulista vacina também bebês de seis meses a menores de um ano.

Previsão do Tempo: calor e frio dividem a quarta-feira em São Paulo

Tem frio, mas também tem sol e calor. Confira a previsão para amanhã na capital paulista


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo