Recursos destinados a rodovias federais foram desviados em Minas Gerais, diz PF

Por BandNews FM

A PF (Polícia Federal) deflagrou nesta terça-feira (6) a operação Rota BR-090, que visa combater um esquema de desvio de recursos que seriam destinados para rodovias federais em Minas Gerais. A ação cumpre, neste momento, 38 mandados em três Estados (Minas Gerais, Brasília e São Paulo), sendo 10 de prisão e 28 de busca e apreensão.

As investigações, que tiveram início em novembro de 2015, identificaram que um grupo de empresários e servidores do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) fraudavam pregões eletrônicos de obras em rodovias do Estado para obter vantagens ilícitas.

Veja também:
Traficante que tentou fugir de prisão disfarçado de mulher é encontrado morto na cela
Polícia Federal cumpre mandados de prisão contra membros do PCC

Uma auditoria da Controladoria-Geral da União identificou a existência de contratos superfaturados entre o DNIT e as empresas em um valor superior a R$ 450 milhões. A auditoria confirmou ainda que as empresas executavam serviços de baixa qualidade e não cumpriam serviços estipulados nos contratos.

Os investigados vão responder por corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro, podendo cumprir até 30 anos de prisão, caso sejam condenados.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo