Greve do Correios está marcada para esta quarta, mas ainda pode ser cancelada

Por Metro Jornal

Os funcionários dos Correios devem decidir se paralisam as atividades a partir das 22h desta quarta-feira (31). A categoria protesta contra a proposta de reajuste salarial oferecida pela empresa pública, de 0,8%, e a revogação de alguns termos do acordo coletivo firmado o ano passado.

A Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares) afirma ainda que está lutando “pela manutenção de todos os direitos conquistados ao longo de décadas”. As mudanças propostas pela empresa incluem a exclusão de pais como dependentes no plano de saúde dos funcionários e aumento na coparticipação do convênio médico.

Antes das assembleias para decidir sobre a paralisação, entretanto, representantes dos sindicatos e dos Correios participam à tarde de audiência convocada pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho), que apresentará uma proposta relacionada ao plano de saúde.

Veja também:
Detentos diziam temer mortes em presídio de Altamira, dizem familiares
Com nova condenação, Sérgio Cabral já soma 216 anos de prisão

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo