Gripe suína foi detectada em feira de animais nos Estados Unidos

Por Rodrigo Almeida

De acordo com a Associated Press, uma feira animal a pouco mais de 100 quilômetros de Detroit, no estado de Michigan, foi o lugar onde ocorreu o primeiro registro da gripe Suína no país do Tio Sam.

O vírus influenza é o responsável pela doença respiratória que compromete a saúde dos animais, mas dificilmente contamina seres humanos. O sítio do canal WoodTV relata que as autoridades já estão emitindo alertas para conter o avanço do vírus.

Na esteira desta contaminação, no começo de 2019, um outro vírus causou pânico nos rebanhos suínos da China, um dos maiores produtores de carne de porco do mundo junto aos Estados Unidos.

A peste suína africana compromete o animal contaminado, sendo necessário o abate. O mais aterrador sobre esta epidemia é que ela ainda não tem cura.

União Europeia e Brasil são os outros grandes produtores. Para suprir a demanda de proteína animal, os chineses deverão importar mais carnes bovinas, ovinas, de aves e frutos do mar.

Segundo a coluna Vaivém das Commodities, da Folha de S. Paulo, algumas autoridades indicam que pode chegar a 50% a parcela do rebanho chinês comprometida pela Gripe Suína.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo