São Bernardo promete Fábrica de Cultura em janeiro

Por Metro ABC

Agora batizado de Fábrica de Cultura, o antigo Museu do Trabalho e do Trabalhador deverá ser finalmente inaugurado no começo do ano que vem. É o que prometeu na quinta-feira (25) o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB).

O anúncio acontece após a Justiça liberar o prédio para as obras de conclusão do projeto. O prefeito disse que na primeira quinzena de setembro deve lançar a ordem de serviço que marca o início da construção. Ele afirmou que logo em seguida assinará com o governo do estado acordo para que se inicie a instalação dos mobiliários.

O edital para a conclusão das obras prevê investimento de R$ 5,5 milhões.

Veja também:
Colisão entre carros deixa cinco feridos na avenida Ragueb Chohfi
Masp funciona até meia-noite no último fim de semana com mostra de Tarsila do Amaral

“O valor gasto virá todo do município. Não vamos fazer nenhum convênio com a iniciativa privada e nem com o governo do estado. Entendemos que este é um investimento que precisa ser feito para que o patrimônio da cidade não seja perdido e todo dinheiro já gasto nesta construção seja desperdiçado”, explicou Morando. “Inclusive, vamos manter o projeto inicial para que não haja nenhum gasto extra com adaptações”, explicou.

A construção do antigo Museu do Trabalho e do Trabalhador estava orçada em cerca de R$ 20 milhões, verba que viria com apoio do governo federal. As obras começaram em 2010 e deveriam ser entregues em 2013, mas foram paralisadas antes por problemas no repasse de verbas.

A construção foi embargada em 2016 após denúncia do Ministério Público Federal, que apontou irregularidades na licitação e obras. A liberação para que a prefeitura prossiga com a construção no local aconteceu na semana passada. A Justiça entendeu que as provas periciais necessárias para o processo já foram colhidas e que novas intervenções não prejudicariam a ação.

Entre os réus no processo está o ex-prefeito Luiz Marinho (PT), que nega as acusações.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo