Roubo de 720 kg de ouro em aeroporto foi feito por ao menos 20 bandidos, diz polícia

Por Metro Jornal, com BandNews FM

A polícia acredita que ao menos 20 bandidos estão envolvidos com o roubo de 720 kg de ouro e outros 30 kg de metais preciosos do aeroporto de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. Até agora, ninguém foi preso e não há vestígios da carga.

A quadrilha roubou na tarde de quinta (25) a carga de um terminal de exportação. À noite, foram encontrados, na zona leste da capital, outros três veículos usados pelos criminosos durante a ação – duas caminhonetes e um caminhão-baú. A polícia informou que os carros não foram roubados, mas não informou sua origem e nem como foram utilizados no assalto.

Veja também:
Colisão entre carros deixa cinco feridos na avenida Ragueb Chohfi
Caixa divulgará detalhes de saque do FGTS em agosto

Além disso, nove pessoas prestaram depoimentos na madrugada desta sexta (26), incluindo reféns e funcionários do aeroporto.

Equipes do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal, helicópteros, policiais militares e federais saíram em busca dos bandidos durante o dia de ontem. O último local em que tinham sido vistos foi Guararema, na Grande São Paulo.

roubo ouro cumbica Uma empilhadeira foi utilizada para levar a carga de 720 kg de ouro. / Reprodução

Por volta das 14h30 de quinta (25), oito assaltantes armados entraram no terminal de carga em dois carros caracterizados como se fossem da PF (Polícia Federal). Eles traziam um funcionário do terminal como refém, cuja família também era mantida, em casa.

Eles renderam os demais funcionários e exigiram que a carga fosse colocada na carroceria de um dos veículos, o que foi feito com uma empilhadeira. A ação toda durou dois minutos e meio. Os bandidos fugiram com a carga e o refém sem disparar um só tiro.

Dali, foram para um galpão a cerca de 20 km, na Vila Jacuí (zona leste). A carga foi transferida para duas caminhonetes brancas. A polícia acredita que mais homens esperavam o grupo no galpão, pois a carga deve ter sido transferida com as mãos.

Os bandidos fugiram pela rodovia Ayrton Senna rumo ao interior e os reféns foram liberados. Os carros falsos da PF foram abandonados no galpão.

O ouro estava em um contêiner de segurança. Seu conteúdo era sigiloso, e os funcionários do aeroporto não teriam como saber o que estava ali. A Brink’s informou que está colaborando com as autoridades.

A carga, com valor estimado de R$ 150 milhões, seria levada para Nova York (EUA) e Zurique (Suíça). O roubo de ontem está entre os mais expressivos do mundo. No Brasil, o caso só não é maior do que o assalto ao Banco de Central de Fortaleza (CE), em 2005, quando bandidos entraram no cofre por um túnel e levaram R$ 340 milhões (em valores de hoje). Em 2018, uma quadrilha roubou US$ 5 milhões (R$ 18,9 milhões na cotação atual) em espécie de dentro de avião no aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo