Onda de calor: Temperaturas passam dos 40ºC em vários países da Europa

Por Metro Jornal

Duas semanas depois de uma onda de calor na Europa contribuir para que o mês passado fosse considerado o junho mais quente já registrado no mundo, os termômetros voltaram a disparar nesta quarta-feira (24), com temperaturas em torno dos 40°C em vários países.

A Bélgica ativou o alerta vermelho pela primeira vez em sua história. A medida, válida até amanhã, somente é adotada em casos extremos. Na Alemanha, o Serviço Alemão de Meteorologia (DWD) alertou que o recorde nacional de temperatura, de 40,3°C em Kitzingen, na Baviera, em 2015, pode ser quebrado nos próximos dias.

O serviço de meteorologia holandês comunicou pelas redes sociais que o calor de ontem – 38,8°C em Gilze Rijen – bateu o recorde no país, mantido há 75 anos. Na França, quase todo o país esteve em alerta laranja ontem, com temperaturas próximas a 40°C.

Veja também:
Tragédia de Brumadinho completa seis meses; cidade terá homenagens
Adolescente que pula café da manhã tem mais tendência a engordar

Em Paris, a prefeitura abriu salas com ar-condicionado em prédios públicos e ordenou a abertura de parques e jardins à noite. Hoje deve piorar, quando o termômetro poderá subir para 43°C no nordeste da França.

Na Espanha foram previstas temperaturas máximas de 40°C em grande parte do país, incluindo Toledo  (norte), Extremadura (oeste) e Andaluzia (sul).

No Reino Unido, o escritório britânico de meteorologia anunciou que o recorde de temperatura no país, de 38,5°C, registrado em agosto de 2004, pode ser superado nesta quinta-feira durante o pico de calor.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo