Inventor francês fracassa ao tentar cruzar Canal da Mancha com prancha voadora

Por Metro Jornal e BandNews TV

A tentativa foi boa! Um francês falhou ao tentar atravessar o Canal da Mancha – parte do oceano Atlântico que separa a Grã-Bretanha do norte da França – com uma prancha voadora. A experiência ocorreu na manhã desta quinta-feira (25).

Franky Zapata deixou a praia de Sangatte e esperava chegar a Dover, no Reino Unido, cerca de 20 minutos depois. O trajeto, de cerca de 34 km, seria feito a uma altura de 15 a 20 metros do nível do mar.

Para possibilitar o voo, o inventor levava na mochila um tanque com 42 litros de querosene. A quantidade era suficiente para 10 minutos de voo, o que obrigou Zapata a fazer uma parada em uma embarcação para reabastecer.

Franky Zapata prancha voadora Pascal Rossignol/Reuters

Veja também:
Planeta registra temperaturas mais altas dos últimos 2 mil anos
Onda de calor: Temperaturas passam dos 40ºC em vários países da Europa

No momento do “pit stop”, porém, a plataforma de pouso atingiu a prancha, derrubando o corajoso inventor na água e frustrando o voo, cuja decolagem foi acompanhada por centenas de pessoas. Apesar do acidente, Zapata não ficou ferido e pretende tentar o voo mais uma vez em breve.

Assista ao momento da decolagem e trechos do corajoso voo:

O responsável por criar a prancha voadora, pilotada com cinco motores turbojato de ar, causou sensação no desfile da Queda da Bastilha, no dia 14 de julho, quando sobrevoou a Champs Élysées na presença do presidente francês, Emmanuel Macron, e da chanceler alemã, Angela Merkel.

O exército francês embarcou no voo de Zapata e investiu 1,3 milhão de euros para ajudar a financiar o desenvolvimento do hoverboard.

Franky Zapata prancha voadora Pascal Rossignol/Reuters
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo