Embaixador do Irã ameaça suspender comércio se Brasil não liberar navios

Por Metro Jornal

O embaixador do Irã no Brasil, Seyed Ali Saghaeyan, disse a funcionários do governo brasileiro que poderia facilmente achar novos fornecedores de milho, soja e carne se o país se recusar a abastecer os dois navios de bandeira iraniana que desde o começo de junho estão ancorados perto do porto de Paranaguá (PR). Sem o combustível, os navios não conseguem retornar ao Irã com a carga de milho.

A Petrobras se recusa a abastecer os navios Bavand e Termeh alegando que os dois aparecem em uma lista que aponta pessoas, instituições e embarcações sujeitas a sanções elaborada pelo Departamento do Tesouro dos EUA. A estatal alega que poderia ser alvo de retaliações do governo norte-americano caso fornecesse o combustível.  Em comunicado, o Itamaraty disse estar trabalhando com as autoridades no caso, que está em sigilo de Justiça.

Veja também:
PIS/Pasep: pagamento do abono salarial começa nesta quinta
Tragédia de Brumadinho completa seis meses; cidade terá homenagens

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo