Onyx Lorenzoni antecipa informações do anúncio sobre o saque do FGTS

Por Metro Jornal

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, antecipou algumas das informações que serão reveladas em evento nesta quarta-feira (24) sobre a liberação do saque de contas do FGTS. A cerimônia será no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes (Economia).

Em entrevista à Rádio Gaúcha nesta manhã, ele confirmou que o limite máximo de saques de R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os fundos ficarão liberados entre agosto deste ano e março de 2020.

Sobre um possível escalonamento, o ministro afirmou que, a partir de agosto, todos os saques estarão liberados. “Todos, sem exceção. E será uma coisa opcional. O trabalhador tem toda a liberdade de usar esse recurso ou não”, afirmou.

Veja também:
Regras para o saque do FGTS serão anunciadas nesta quarta; consulte seu saldo
Família é baleada dentro de casa no Rio de Janeiro; mãe e filha morrem

Sobre o limite de R$ 500 por conta, Lorenzoni disse que, dependendo do saldo do trabalhador, a partir do ano que vem será possível sacar um percentual maior ou menor – o que será detalhado durante o evento público à tarde.

De acordo com a Caixa, há cerca de 260 milhões de contas ativas e inativas de FGTS, sendo 80% delas com saldo de, no máximo R$ 500. Com a liberação dos créditos, o banco espera zerar as contas e reduzir seu custo operacional.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo