TIM e Vivo vão compartilhar rede de infraestrutura

Por Ansa

A Telecom Italia anunciou nesta terça-feira (23) que sua subsidiária no Brasil, a TIM Brasil, assinou um protocolo de entendimento com a Vivo, da Telefonica, para o compartilhamento da infraestrutura de rede. O memorando assinado com a Vivo prevê o compartilhamento da rede de 700 MHz nas cidades com menos de 30 mil habitantes, e da rede 2G, em um modelo de Single Grid a nível internacional.

"TIM Brasil e Vivo manterão sua independência comercial e de gestão de clientes", explicou o grupo, por meio de um comunicado. "O protocolo não cria uma joint venture nem nenhuma parceria comercial ou relação comercial formal, nem cria ou implica uma relação exclusiva entre as partes", destacou a nota.

Veja também:
Menino que desapareceu após sair para empinar pipa é encontrado morto em Itapevi
Os oito cruzamentos de São Paulo com mais acidentes de trânsito

O movimento da TIM é uma forma de replicar a operação que está estruturando na Itália com a Vodafone. "Além disso, serão exploradas oportunidades de eficiência e redução dos custos operacionais e de manutenção das infraestruturas, como a de consumo de energia elétrica e de gestão de plantas. As duas operadoras avaliarão a extensão da cooperação a outras áreas tecnológicas", informou a nota.

"Em um momento em que a demanda por dados cresce de maneira exponencial, estamos procurando uma melhora significativa na experiência dos clientes e na realocação dos recursos para novas tecnologias, como 4G, 5G e Fibra", explicou o CEO da Vivo, Christian Gebara.

Já o CEO da TIM Brasil, Pietro Labriola, afirmou que "o compartilhamento das infraestruturas é a solução industrial crucial para o desenvolvimento das telecomunicações no país, com o objetivo de introduzir novas tecnologias. É uma iniciativa estratégica que incrementa a velocidade de implementação da rede, reduzindo custos e impactos".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo