Procuradores da Lava Jato debateram caso envolvendo Flávio Bolsonaro, diz site

Por Metro Jornal

O portal The Intercept Brasil divulgou no domingo (21) novos trechos de conversas atribuídas aos procuradores federais da força-tarefa da Lava Jato, nas quais eles comentam o caso envolvendo Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair, e seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

Nos textos, que seriam conversas de dezembro do ano passado pelo aplicativo Telegram, o procurador Deltan Dallagnol concorda com a avaliação de seus colegas de que havia irregularidades no gabinete de Flávio e fala qual deveria ser a reação de Sergio Moro, que tinha sido convidado para integrar o ministério. “Moro deve aguardar a apuração e ver quem será implicado. Filho certamente”, escreveu, segundo o site. “E se isso tudo acontecer antes de aparecer vaga no Supremo?”, questiona.

Neste ano, o presidente disse que prometeu a Moro que o indicaria a uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal) em seu mandato. Os procuradores não responderam ao site, mas têm dito que não reconhecem os diálogos.

Veja também:
Cadeirinha reduz em 33% as internações de crianças
Grupo armado ataca manifestantes no metrô de Hong Kong e ao menos 45 ficam feridos

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo