Vaticano quer fim de plásticos e embalagens

Por Metro Jornal

Com coleta seletiva especial e reciclagem de materiais, o Vaticano quer extinguir até o fim deste ano as embalagens descartáveis e itens de plástico de uso único em todo seu território.

Em entrevista à Ansa, o responsável pelos Serviços de Jardins e Natureza Urbana do Vaticano, Rafael Ignacio Tornini, disse que o estado está “fazendo um esforço para recolher o máximo de plástico, além de já ter limitado a venda de plástico de uso único”.

“Em 2016, foi criada uma ilha ecológica, um ‘eco-centro’, para onde vão todos os rejeitos especiais”, disse Tornini. “O sistema permite recuperar materiais. Mais recuperação, mais economia.”

No entanto, ele confessou que há uma preocupação especial com o lixo da Praça São Pedro, por onde passam diariamente milhares de turistas e fiéis: ”Embaixo de cada coluna, colocamos lixeiras específicas para plástico”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo