Fundadora de museu é encontrada morta em porta-malas de carro

Por Metro Jornal

Sadie Roberts-Joseph, fundadora do Museu de História Afroamericana, em Baton Rouge, Lousiana, nos EUA, foi encontrada morta na sexta-feira no porta-malas de um carro, informaram o jornal local The Advocate e a agência de notícias Associated Press. Ela tinha 75 anos.

A causa da morte ainda não foi determinada. Segundo o jornal, a última vez que a família a viu foi por volta de meio-dia da sexta-feira. O corpo da fundadora foi encontrado pela polícia às 15h45 do horário local, depois de um telefonema anônimo.

“Ela não morreu por estrangulamento”, disse o coronel Beau Clark à CNN. Mas, segundo ele, seu nariz e boca estavam obstruídos. Perguntado sobre se foi encontrado algum ferimento em seu corpo, Clark declarou que não divulgaria detalhes. “Um relatório de toxicologia estará disponível em três semanas”, disse.

Sadie Roberts-Joseph era uma renomada advogada em Baton Rouge. Ela fundou o Museu Odell S. Williams e o Museu de História Afroamericana em 2001. Por anos, organizou as festividades da cidade que celebram os últimos escravos nos estados confederados.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo