Obras abandonadas no trecho norte do Rodoanel viram ponto de assaltos e venda de drogas

Por Band News FM

Rachas, assaltos, entulhos, local de venda de drogas, ponto de prostituição e agora uma favela. É assim que está uma obra que já custou mais de R$ 10 bilhões aos cofres públicos.

LEIA MAIS:
Explosão ambiental assusta moradores de Mairiporã, em SP
Quadrilha especializada em roubo de cargas é detida após tiroteio em Guarulhos

O trecho norte do Rodoanel, o último ainda a ser entregue do anel viário Mario Covas, tinha previsão de conclusão em 2016, mas não foi terminado. Em meio à obra parada, os moradores também sofrem com assaltos nos pontos de ônibus da Avenida Coronel Sezegredo Fagundes, nos Jardins Curisco e Cachoeira.

Procurada pela reportagem, a Dersa afirma que uma equipe de vigilância patrimonial foi ao local e informou aos ocupantes da favela que a área pertence ao Estado. A empresa diz que registrou um boletim de ocorrência e está adotando as medidas legais e administativas para a retiradas das pessoas.

Sobre a entrega do Rodoanel, a pedido da Secretaria de Logística e Transporte, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas faz um estudo sobre as obras a executar.

O IPT também verifica a atual situação das áreas referentes aos seis lotes que compõem o trecho Norte. O objetivo, segundo a Dersa, é retomar o empreendimento dentro da lei e com segurança para entregar o Rodoanel o quanto antes à população. No entanto, a empresa não citou prazo.

Já a Secretaria de Segurança Pública afirma que, desde maio, a Polícia Civil prendeu seis autores de roubos praticados na Avenida Coronel Sezefredo Fagundes.

Nos cinco primeiros meses deste ano, os indicadores de roubos tiveram queda de 8,3%, na área do 20º Distrito Policial, responsável pelo bairro. Os agentes também fazem ações constantes na via e em pontos de ônibus para coibir os crimes contra o patrimônio.

A Polícia Militar diz que reorienta com frequência o patrulhamento preventivo e ostensivo com base nas estatísticas criminais e faz operações como a São Paulo Mais Seguro e a Rodovia Mais Segura.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo