FHC entra no debate sobre expulsão de Aécio do PSDB

Por Metro Jornal

Quem se pronunciou contra a expulsão imediata foi o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que escreveu em mensagem na internet que o partido deve respeitar o seu estatuto e a sua comissão de ética. “Jogar filiados às feras, principalmente quem dele foi presidente, sem esperar decisão da Justiça, é oportunismo sem grandeza. Não redime erros cometidos nem devolve confiança.”

O presidente não citou nomes, mas estava respondendo ao prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que anteontem havia dito ser incompatível permanecer na mesma sigla que Aécio e até sugeriu deixar o ninho tucano ao dizer: “Ou eu ou ele”.

Veja também:
Bolsonaro quer filho Eduardo como embaixador do Brasil nos Estados Unidos
Futuro ministro do STF ‘terrivelmente evangélico’ pode ser advogado-geral da União

Quem também respondeu, mas favorável ao prefeito, foi o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, que afirmou ontem em entrevista à Rádio Bandeirantes que “a prioridade do PSDB é Covas”.

O diretório municipal de São Paulo formalizou no início do mês pedido de expulsão do deputado mineiro. Já Aécio, que é acusado de receber R$ 2 milhões em propina do grupo J&F, nega a acusação.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo