Cerca de 150 famílias estão desalojadas após rompimento de barragem na Bahia

Por Metro Jornal

Entre 100 e 150 famílias estão desalojadas no município de Coronel João Sá, na Bahia, após a cidade ter sido invadida por águas de uma barragem que se rompeu no distrito de Quati, em Pedro Alexandre. O número, correspondente a 500 pessoas, foi confirmado pelo prefeito Carlinhos Sobral, em entrevista a TV Globo. Segundo ele, não houve vítimas, e os danos foram apenas materiais.

Por estar localizada em uma altitude mais baixa, a cidade de Coronel João Sá foi a mais atingida pela inundação. Com a notícia do rompimento da barragem em Pedro Alexandre, Sobral solicitou que os moradores deixassem suas casas antes que a enxurrada chegasse ao município. O abrigo está sendo realizado em escolas municipais.

Veja também:
Dois motoristas de aplicativo são sequestrados e levados para favela de Paraisópolis
Polícia apreende 3,5 toneladas de drogas em São Paulo em menos de 24 horas

Na manhã desta sexta-feira (12), as ruas continuam alagadas e as casas, cheias de lama. Cerca de 50 agentes do Corpo de Bombeiros de Salvador chegaram hoje ao local para realizar uma força-tarefa.

Enquanto 40% da área urbana de Coronel João Sá foi alagada, apenas três casas foram inundadas em Pedro Alexandre. A estrutura foi construída pela CAR (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional), do governo do estado, que disse que a barragem não se rompeu, mas que a água transbordou em função das fortes chuvas dos últimos dias.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo