Corrida de touros na Espanha deixa 67 feridos, mas participantes reclamam: ‘seguro demais’

Por Metro Jornal

A tradicional corrida de touros de San Fermín, em Pamplona, na Espanha, deixou 67 pessoas feridas nesta quinta-feira (11). A Cruz Vermelha local afirmou que a maioria delas teve pequenos cortes e contusões.

Apesar disso, sete foram hospitalizadas, inclusive um homem que foi atingido pelo chifre de um dos animais. A pele do braço da vítima ficou rasgada. No domingo, outros três levaram chifradas.

Veja também:
Bombeiros encontram o 248º corpo do desastre de Brumadinho
Alerta: Golpe de WhatsApp promete liberação do 13º salário do Bolsa Família

O festival centenário que acontece na cidade recebeu reclamações de parte dos participantes neste ano por uma nova política de segurança – última morte durante o festival ocorreu há uma década.

Eles acreditam que a corrida ficou segura demais depois da aplicação de um produto que ajuda a evitar quedas, além da reorganização dos animais, colocando filhotes para correr na frente e os touros adultos em grupo mais estreito.

Antes do início do festival, houve um protesto de defensores dos direitos dos animais. Eles denunciam o fato que os touros são abatidos ao fim das corridas e afirmam que poucas pessoas que participam das provas sabem do destino dos animais.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo