ABC: Reforma de estações da Linha 10-Turquesa se estenderá até 2022

Por Vanessa Selicani - Metro Jornal ABC

A linha de trem que atende aos moradores do ABC vai precisar de ao menos mais três anos para alcançar o que o governador João Doria (PSDB) chamou de “padrão metrô” na semana passada. Este é o prazo para que todas as estações da linha 10-Turquesa da CPTM (Brás-Rio Grande da Serra) recebam melhorias.

Um passo importante para a modernização prometida foi dado na última quarta-feira (10) com a substituição de trens espanhóis fabricados em 1974 por modelos de 2009 e 2010. As novas composições já circulavam na linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú). De acordo com a CPTM, o remanejamento foi possível após estudos da frota. Em compensação, a linha 9 receberá composições da série 8000 (fabricados em 2011) da Linha 8-Diamante (Amador Bueno-Júlio Prestes), “que dispõe de número mais do que suficiente de trens para sua operação atual”, diz a companhia.

A frota da linha 10 passa a contar com 12 trens da série 7000 (fabricado em 2009) e 6 da 7500 (2010).

Os trens de 1974, da série 2.100, vão fazer parte da reserva em caso de problemas nas novas composições.

A principal diferença para o passageiro é que os vagões têm quatro e não mais duas portas para embarque e desembarque. “O maior número de portas vai melhorar a fluidez e conforto. Vamos atender com mais rapidez”, disse o governador em exercício Rodrigo Garcia (DEM).

Sobre as reformas nas estações, Garcia disse ontem que o planejamento prevê licitações para obras em 2020 e 2021 e um segundo lote em 2021 e 2022. A promessa de modernização e melhoria na acessibilidade das paradas da linha 10 se estende desde 2011.

A CPTM não detalhou o cronograma de obras das estações. Garcia disse ontem também que o Expresso ABC será ampliado em número de partidas e na extensão, mas não forneceu mais informações. O Expresso realiza nos horários de pico viagens com paradas apenas nas estações Santo André, São Caetano e Tamanduateí.

O governador Doria anunciou a modernização da linha 10 no dia 3 deste mês, quando comunicou mudanças na linha 18-Bronze do Metrô. O trajeto entre Tamanduateí e São Bernardo estava previsto inicialmente para ser realizado por monotrilho, mas por questões orçamentárias e de demanda será feito por BRT, espécie de corredor de ônibus mais rápido. Na ocasião, Doria anunciou também a troca de trens na linha 10, construção da estação Pirelli em Santo André e a contratação de projetos para a linha 20-Rosa (Lapa-São Bernardo).


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo