Médico do Corinthians, Joaquim Grava é vítima de assalto armado

Por Rádio Bandeirantes

O médico do Corinthians Joaquim Grava foi vítima de assalto no domingo (7) quando chegava em casa na região do Jardins, zona oeste de São Paulo.

Grava tinha estacionado em frente a residência por volta das 12h para descarregar as compras do mercado. Dois bandidos, em uma moto, chegaram armados e apontaram a pistola no peito do médico.

Ele não reagiu e entregou carteira e celular para os criminosos. À Rádio Bandeirantes, Grava relatou o episódio. A quadrilha, no momento do assalto, utilizou um carro e uma moto.

Veja também:
1º semestre de Bolsonaro tem aprovação e reprovação empatadas, diz Datafolha
Após morte de moradores de rua, Prefeitura intensifica ações de acolhimento

A polícia acredita que o médico já estava sendo observado e o crime foi premeditado. Imagens de câmeras de segurança da rua mostram a chegada dele em sua casa, perto de uma esquina. Na sequência, um carro cruza a rua a esquerda e para logo no início dela.

Um dos bandidos deixa o carro e uma moto se aproxima e pega o ladrão que havia deixado o veículo. Os dois, então, anunciam o assalto ao médico do Corinthians.

A Polícia Militar já identificou que o carro utilizado na ação é fruto de roubo. Os criminosos continuam foragidos.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo