USP confirma casos de sarampo entre alunos

Por Metro Jornal São Paulo

A FFLCH (Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas) da USP (Universidade de São Paulo) anunciou na última quinta-feira (4) um diagnóstico confirmado de sarampo em um aluno. A USP possui mais dois casos em outra unidade, na ECA (Escola de Comunicações e Artes), anunciados na última terça-feira (2).

Segundo a Prefeitura de São Paulo, já foram confirmados neste ano 78 casos da doença.

Contagioso, o sarampo pode ser transmitido pela fala, tosse e espirro e causar infecções respiratórias, otites, doenças diarreicas e doenças neurológicas, levando até a morte. Os principais sintomas são dor de cabeça, febre alta e manchas na pele.

A prefeitura iniciou no último dia 10 campanha de vacinação contra o sarampo. As doses estão disponíveis nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) gratuitamente para quem tem entre 15 e 29 anos. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde essa é a faixa-etária que concentra o maior número de pessoas que não recebeu as duas doses da vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola. Já foram distribuídas 47.613  doses da vacina desde o início da campanha.   


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo