Três a cada quatro paulistanos não consideram seu bairro seguro, diz pesquisa

Por Metro Jornal

Os moradores da cidade de São Paulo não consideram seus bairros seguros, segundo uma pesquisa da Rede Nossa São Paulo divulgada nesta quinta-feira (4). A organização levantou dados sobre a percepção da segurança na capital paulista em parceria com o Ibope Inteligência.

No levantamento, 76% dos entrevistados disseram considerar seus bairros pouco ou nada seguros. Outros 23% disseram que acham seus bairros seguros ou muito seguros.

Veja também:
Aeronáutica critica ex-soldado que chamou FAB de ‘Força Aérea da Biqueira’
Conta de luz fica mais cara em São Paulo a partir desta quinta; entenda o reajuste

Quando divididos em regiões, os moradores da zona leste são os que menos se sentem seguros – 79% dos entrevistados – enquanto que a segurança é mais notada por moradores do centro – 44% consideram estar em bairros seguros ou muito seguros.

Foram entrevistadas 800 pessoas, de 16 anos ou mais, entre os dias 3 e 23 de abril. A margem de erro é de 3 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

Insegurança

A pesquisa aponta ainda que, os que disseram considerar seus bairros nada seguros são os que mais sofreram alguma situação de violência, como roubo, agressão e discriminação.

A insegurança faz com que muitos deixem de fazer atividades como andar a pé durante a noite (47%), sair à noite (43%) e andar com dinheiro (41%). Entre os entrevistados, 28% disseram que não frequentam eventos públicos, como a Virada Cultural e o carnaval de rua, por medo da violência.

Também para 76% dos entrevistados, a violência cresceu na cidade nos últimos 12 meses – enquanto que 19% disseram ser a mesma e 4% acreditam que ela diminuiu.

Veja mais dados levantados pela pesquisa clicando aqui.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo