Petrobras pode arrecadar até R$9 bilhões com privatização de subsidiária

Por Metro Jornal

Uma oferta pública para privatização da BR Distribuidora, maior empresa do ramo em combustíveis do Brasil, pode render à Petrobras até R$9,28 bilhões. A subsidiária deverá ser privatizada ainda neste mês, a partir de oferta secundária de ações na B3.

LEIA MAIS:
Em SP, famílias de menor renda usam mais carro; as de maior adotam metrô
Vacina pentavalente está em falta nos postos de saúde de São Paulo

A precificação da proposta deve ocorrer em 23 de julho, pela venda de até 33,75% do capital social da BR Distribuidora. A venda deve ser concluída até 28 de agosto.

Em 2017, a Petrobras ofertou parte das ações da subsidiária e reduziu sua participação a 71,25%. A nova venda deverá reduzir esta participação para menos de 50%, o que classificará a BR como empresa privada.

A nova transação simboliza os esforços do governo brasileiro nos últimos anos, intensificada durante a gestão de Jair Bolsonaro, para diminuir os investimentos estatais na Petrobras.

A atual presidência da empresa, liderada pelo economista liberal Roberto Castello Branco, têm buscado vender ativos não essenciais paa gerar recursos, enquanto mantém a exploração de águas profundas e ultraprofundas para produção de petróleo e gás natural.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo