Governo desiste de monotrilho e linha 18-Bronze do ABC paulista será BRT

Por Metro Jornal

Após meses de expectativa sobre a chegada do monotrilho ao ABC paulista, o governador João Doria anunciou, nesta quarta-feira (3), que a linha 18-Bronze será BRT (singla em inglês para transporte rápido por ônibus). O modal fará a integração entre a região e a capital paulista.

O prazo para conclusão das obras do BRT será de 18 meses, segundo o secretário de Transportes Metropolitanos Alexandre Baldy. O custo é estimado em R$ 680 milhões para implantação do novo modal. O monotrilho era avaliado em cerca de R$ 6 bilhões.

Desde março, o governador e o secretário vêm questionando a viabilidade da construção do monotrilho por causa dos altos custos da obra. Também foram considerados os impactos financeiros gerados pelas desapropriações, que, segundo o governo estadual, custariam de R$ 600 milhões.

O anúncio foi feito no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, e contou com a presença dos prefeitos de Santo André, Paulo Serra; São Bernardo do Campo, Orlando Morando; e São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior.

Leia também:
WhatsApp, Facebook e Instagram apresentam falhas nesta quarta-feira
Rapper A$AP Rocky é preso na Suécia após briga por fones de ouvido; entenda
Ciclista morre após ser atingido por caminhão em São Bernardo, no ABC paulista

E o metrô?

Uma das maiores promessas para o transporte do ABC paulista é o metrô. Prevendo críticas à alteração do projeto inicial da linha 18-Bronze, o governo anunciou a aprovação de estudos para a linha 20-Rosa, que ligaria o bairro Rudge Ramos, em São Bernardo, à Lapa, passando por Pinheiros e pelo Ibirapuera.

Além disso, a série 2100 de trens da linha 10-Turquesa será totalmente substituída por equipamentos mais novos.

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo