Polícia ainda procura homem que atirou em agentes em São Paulo

Por Metro Jornal

A polícia ainda procura o homem que atirou e feriu dois policiais em São Paulo. O caso, que aconteceu na Vila Clementino, na zona sul de São Paulo, na segunda-feira (24), começou por causa de uma discussão sobre a venda de um carro.

O veículo teria apresentado problemas e um dos homens foi devolvê-lo. Os dois começaram a brigar e o antigo dono do carro decidiu chamar a polícia. Quando a Polícia Militar já estava no local, o suspeito começou a atirar contra as pessoas na rua. Dois policiais foram feridos – um no braço e outro que ficou com uma bala alojada no ombro. Eles foram levados para o Hospital São Paulo e não correm risco.

Leia também:
Em dois dias, quatro policiais militares foram baleados em São Paulo; dois morreram
Governo de SP quer reaver dinheiro investido em máquinas de compra de bilhete do Metrô

O atirador mora com os pais e estava na sacada quando efetuou os disparos. O GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) foi acionado e usou explosivos para abrir a porta do apartamento e todos os apartamentos foram revistados, inclusive com ajuda de cães farejadores, mas não foi possível localizar o suspeito. Ele vai responder por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil contra autoridade.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo