Advogado de Flordelis deve pedir para anular confissão

Por Metro Jornal

A defesa de Flávio dos Santos estuda pedir a anulação de seu depoimento à Polícia Civil do Rio na investigação sobre o assassinato de seu padrasto, o pastor Anderson do Carmo, no domingo retrasado. Flávio é filho biológico da deputada federal  Flordelis (PSD-RJ).

O advogado de Flavio, Anderson Rollenberg, disse que seu cliente não prestou depoimento à polícia nem confessou o assassinato de seu padrasto. “Ele nega completamente a participação”, afirmou.

A delegada Bárbara Lomba afirmou oficialmente à imprensa na última sexta-feira que Flávio teria confessado ter atirado seis vezes no padrasto. Rollenberg afirmou que não teve ainda acesso ao inquérito, mas que, se houve algum tipo de confissão foi inidônea, sem a presença de advogados.

Além de Flávio, um irmão dele, Lucas, filho adotivo de Anderson e Flordelis, está preso temporariamente e é suspeito de participação no crime.

O celular da vítima desapareceu após o crime e teria passado pelas mãos de sua mulher antes de sumir.

Ontem, a deputada foi ouvida pela polícia por mais de oito horas.  Todas as pessoas que estavam na casa no dia do crime estão sendo averiguadas para saber se têm relação com o assassinato, segundo a polícia.

Mas a defesa de Flordelis disse desconhecer suspeitas. “A deputada está comparecendo, abrindo mão da prerrogativa dela de função. Está vindo de livre e espontânea vontade para prestar alguns esclarecimentos para a delegacia, para elucidar o caso também”, disse o advogado Maurício Mayr.

No fim de semana, Flordelis publicou em redes sociais um texto em que dizia que tinha esperança de que seus filhos fossem inocentes.
  


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo