Moro vai ao Senado se defender de acusações após ter mensagens privadas divulgadas

Por Isabel Mega - BandNews FM

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, participa nesta quarta-feira (19) de uma audiência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal para explicar as mensagens atribuídas a ele em conversas com procuradores da Lava Jato.

A participação de Moro na audiência foi anunciada na semana passada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). O ministro se voluntariou a comparecer e conversar com os senadores.

Veja também:
Bolsonaro defende veto de bagagem gratuita em avião
Senado suspende decreto que flexibiliza porte de armas

Na terça-feira (18), o site "The Intercept Brasil" divulgou troca de mensagens do então juiz responsável pelos julgamentos em primeira instância de casos da operação Lava Jato com o procurador da força-tarefa de investigação, Deltan Dallagnol. Nas conversas, Moro teria repreendido a atitude dos procuradores de encaminhar uma denúncia de caixa 2 envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), de 1996.

Em entrevista a uma emissora de televisão, Sergio Moro voltou a dizer que foi vítima de hackers e questionou a autenticidade das mensagens.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo