"Saída de Levy é uma covardia sem precedentes", diz Rodrigo Maia

Por Metro Jornal

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou na manhã desta segunda-feira (17) que Joaquim Levy não foi tratado de forma correta por Paulo Guedes. "A saída de Levy é uma covardia sem precedentes", comentou sobre o pedido de demissão do economista da presidência do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

O político participou do fórum promovido pelo canal BandNews, na sede do Grupo Bandeirantes, em São Paulo, para discutir “compliance e democracia”.

“Uma coisa é você não ter uma relação boa com outra pessoa. Outra coisa é o ministro Paulo Guedes tratá-lo como tratou na imprensa. Não foi uma forma correta. O Joaquim merecia um tratamento mais correto por parte do ministro”.

Maia minimizou a participação do presidente Jair Bolsonaro no episódio, ressaltando que Levy tinha sido levado pelo governo por Paulo Guedes.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo