Prefeitura de São Paulo busca R$ 500 milhões para obras de recapeamento

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo abriu chamamento público para tomar R$ 500 milhões emprestados de bancos públicos ou privados e investir no recapeamento de ruas e avenidas da capital.

O objetivo do chamamento, lançado no Diário Oficial do sábado, é atrair instituições financeiras nacionais ou estrangeiras dispostas a financiar o recapeamento.

As propostas deverão ser apresentadas daqui um mês e a expectativa do governo é de receber os recursos em quatro parcelas e pagar pelo empréstimo em até 8 anos.

A falta de manutenção do viário e os buracos no asfalto estão entre as maiores reclamações da população. Só na Ouvidoria, o número de registros aumentou 42% neste ano. O total de demandas até maio subiu de 903, em 2018, para 1.283, em 2019.

No edital do chamamento, a prefeitura informa que a cidade possui 136 milhões de metros quadrados de vias públicas, e que grande parte “é antiga, contando com mais de 70 anos”, e não está “adequada às severas condições de tráfego atuais”.

A ideia é recuperar 1,8 milhão de metros quadrados – não só de ruas e avenidas, mas também de pontes, túneis, viadutos e passarelas, com prioridade para as vias de grande fluxo de trânsito e que recebem ônibus.

O recapeamento de vias públicas é um dos itens do Programa de Metas que o prefeito Bruno Covas (PSDB) apresentou em abril após atualizá-lo para o biênio 2019-2020. Dentro do plano, a meta é de recapear 3,6 milhões de metros quadrados de vias, ao custo de R$ 664,3 milhões, com recursos da prefeitura.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo