BH e Rio aprovam regras para uso de patinetes

Por Metro Jornal

O estado do Rio de Janeiro e a capital mineira, Belo Horizonte, aprovaram ontem regulamentações para o uso dos patinetes elétricos em suas respectivas áreas, no mesmo dia em que um rapaz morreu usando o equipamento em Paris, na França.

Em Belo Horizonte, os patinetes deverão ter o sistema de pagamento integrado ao da rede pública de transporte. O texto não dá diretrizes quanto à necessidade de itens de segurança, que será determinada pelo Poder Executivo.

Já no Rio o texto ainda será avaliado pelo governador Wilson Witzel (NOVO) em 15 dias úteis. Se aprovado, os patinetes só poderão andar em calçadas, ciclovias e ciclofaixas. As empresas deverão colocar indicadores de velocidade nos aparelhos. A velocidade máxima permitida será de 20 km/h nas ciclovias e ciclofaixas e de 6 km/h em calçadas. Também passa ser responsabilidade da empresa equipar os patinetes com sinalização noturna (farol dianteiro e lanterna traseira) e fornecer capacete aos usuários, que passa a ter uso obrigatório.   

Vetada, carga é levada

O decreto que regula o uso de patinetes elétricos na cidade veta o transporte de cargas. Denis Lopardo, CEO da Scoo, que oferece seus patinetes ao serviço, afirmou que continuam operando assim para testes e que os dados serão levados à prefeitura para a nova regulamentação.  


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo