Najila Trindade deve entregar aparelho de celular à polícia nesta segunda

Por Ansa

A modelo brasileira Najila Trindade deve entregar seu aparelho de celular à polícia nesta segunda-feira (10), como parte das investigações da denúncia de estupro feita pela mulher contra o jogador Neymar.

O aparelho é considerado uma peça-chave no caso, pois toda a conversa entre Najila e Neymar, incluindo fotos e vídeos, estão no celular. Najila acusa Neymar de estupro, o qual teria ocorrido no dia 15 de maio, em Paris, na França. A modelo prestou depoimento na sexta-feira passada na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo.

De acordo com o "UOL", durante o depoimento, ficou acertado que a modelo entregaria seu celular nesta segunda-feira.

Veja também:
Senado deve derrubar parte das propostas que alteram o Código de Trânsito
‘Lula deve ser colocado em liberdade’, diz defesa do ex-presidente

"A declarante [Najila] afirma que no momento prefere não entregar seu telefone celular pois gostaria de primeiro fazer um 'backup' de todos os seus dados e arquivos, contudo se compromete a entregá-lo através do seu advogado, que também não possui tais dados e arquivos, na data de 10/06/2019", disse um documento divulgado pelo UOL sobre o depoimento da semana passada. Vídeo – Na sexta-feira (7), Najila afirmou, em depoimento à polícia, que o vídeo de sete minutos que ela gravou no hotel, no segundo encontro com

Neymar e o qual teria imagens de uma suposta agressão, estava em um tablet que foi furtado em seu apartamento, em São Paulo.

A modelo disse que não registrou a invasão do apartamento porque não sabe ao certo o que foi levado. Só deu falta do tablet, de um relógio e de uma quantia em dinheiro que estava em uma bolsa.

O advogado Danilo Garcia de Andrade, que defende Najila, informou que abandonará o caso se a modelo não entregar seu celular e não apresentar o vídeo da suposta agressão à polícia.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo