Assaltos em farmácias na região do Morumbi preocupam funcionários

Por Leandro Gouveia, da Rádio Bandeirantes

Farmácias têm sido atacadas com frequência por ladrões na região do Morumbi, na zona oeste de São Paulo. A reportagem da Rádio Bandeirantes visitou cinco unidades de redes diferentes e em todas encontrou pelo menos um relato de assalto nos últimos 3 meses.

Há cerca de 1 mês, criminosos chegaram a abrir um buraco na parede de uma farmácia na Giovanni Gronchi, perto do estádio do Morumbi. Um funcionário contou que, dois meses antes, cabos do sistema de ar-condicionado já tinham sido roubados durante a madrugada.

Na mesma avenida, dois quilômetros à frente, criminosos roubaram pertences de funcionários de outra farmácia. Um atendente disse que, há cerca de três meses, uma pessoa entrou, circulou pela loja e avisou um comparsa pelo celular que ele poderia entrar. Uma funcionária desconfiou e chamou a polícia, mas a viatura só chegou depois que eles já tinham fugido com alianças, relógios, celulares, dinheiro do caixa e produtos.

A 300 metros, mais uma farmácia que é alvo frequente de bandidos. Só em maio foram duas ocorrências: uma no Dia das Mães, ao meio-dia, e outra no último dia 30 de maio, quinta-feira da semana passada. Às 4h20, dois homens em uma moto abordaram os funcionários e levaram dinheiro do caixa.

Leia também:
Homem é condenado por matar namorada em São Caetano, no ABC Paulista
Motorista de ônibus perde controle e bate em poste no Jabaquara

Também ouvimos relatos de assaltos numa unidade nas avenidas Guilherme Dumont Villares e Morumbi.

Nesse caso da Avenida Morumbi, o apresentador Betinho, da Band FM, e a mulher dele, Célia Rampásio, tiveram pertences roubados. Eles foram abordados numa farmácia na altura do número 3 mil e 600 da Avenida Morumbi, na última segunda-feira. A farmácia em que os dois estavam, de uma grande rede, fica a menos de 800 metros do Palácio dos Bandeirantes, a sede do governo do Estado.

A Secretaria da Segurança Pública diz que as polícias Civil e Militar têm reorganizado o policiamento e realizado operações de combate à criminalidade.

Desde março, segundo a pasta, a chamada “Morumbi Mais Seguro” prendeu 119 criminosos e apreendeu 25 armas, além de duas toneladas de entorpecentes.

Três dos casos citados pela reportagem já foram esclarecidos e já há mandados de prisão contra os autores.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo