Senado aprova lei do saneamento com alterações que flexibilizam regras

Por Estadão Conteúdo

O Senado aprovou o projeto de lei que atualiza o marco legal do saneamento no País. Os senadores fizeram, no entanto, uma série de alterações que flexibilizam as regras para a migração dos Estados ao modelo de contratos de concessão, com participação da iniciativa privada, para operação dos serviços.

A votação foi feita de forma simbólica, com o registro de sete votos contrários. O texto segue agora para a Câmara dos Deputados.

Veja também:
Bolsonaro sanciona lei que permite internação involuntária de dependentes químicos

Patrocinadora cancela campanha com Neymar após acusação de estupro

Uma das mudanças autoriza que municípios pequenos possam fazer contratos com empresas estatais sem licitação.

De acordo com a alteração, fica autorizada a assinatura de contratos sem licitação com empresas públicas e sociedades de economia mista caso a licitação não atraia interessados ou "não haja viabilidade econômica que justifique a sua privatização".


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo