Locadoras de patinete elétrico retomam serviço após 'reorganização da frota'

Por Metro Jornal

A empresa Grow, dona das locadoras Grin e Yellow, suspendeu o serviço de aluguel do veículo no fim de semana. No início da manhã desta segunda-feira (3), os patinetes voltaram a ser distribuídos pela cidade.

yellow manutenção Reprodução

Em alerta emitido para os usuários, a empresa alegou que o serviço estava em manutenção para reorganização da frota. A ação ocorre após diversas polêmicas envolvendo a atual regulamentação do setor, que exige credenciamento das empresas e proíbe, por exemplo, que os patinetes circulem pelas calçadas. A fiscalização das novas normas começou na quarta-feira, 29 de maio.

Na sexta, 31 de maio, em reunião da Prefeitura de São Paulo com 8 locadoras de patinetes elétricos por aplicativos, as empresas manifestaram pedidos de mudanças nas regras instituídas pelo decreto do prefeito Bruno Covas (PSDB). Duas locadoras se credenciaram e já estão operando legalmente, segundo o governo, mas elas também pleiteiam alterações no texto.

Uma delas é a Scoo. A locadora disponibiliza os equipamentos para realizar entregas em parcerias com empresas de delivery. O texto do decreto, no entanto, proíbe o uso de patinetes para carregar cargas.

Veja também:
São Paulo libera vacina contra a gripe para toda a população; veja como se imunizar
Programa de revitalização vai reformar 200 canteiros e praças de São Paulo

Só no primeiro dia de operação, a prefeitura apreendeu 557 equipamentos da Grow, dona das marcas Grin e Yellow. Segundo informações da empresa, dos 4 mil patinetes de sua frota, 1,5 mil estão apreendidos.

A Grow entrou na Justiça contra a ação da prefeitura, que classificou como “ilegal e truculenta”. Além disso, a Grow pede no judiciário a suspensão do decreto, alegando que é inconstitucional, por não seguir as diretrizes do Código Nacional de Trânsito e que fere o direito de escolha do cidadão. A Justiça já negou um primeiro pedido, mas derrubou a obrigatoriedade do uso do capacete.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo