Homem acusado de matar estudante em Sorocaba é preso

Por Metro Jornal

O principal suspeito do assassinato da estudante Rafaela de Campos, em Sorocaba, foi preso na noite de quinta-feira (30). A jovem de 19 anos foi morta em Sorocaba, no interior paulista, e o homem estava foragido.

Policiais militares abordaram Paulo César Manoel na rua Curuça, na Vila Maria, zona norte de São Paulo. Ele cumpre pena por roubo e estupro e havia recebido o benefício da saída temporária de Dias das Mães, mas não retornou para a cadeia.

A polícia investiga agora a participação de outras pessoas na morte de Rafaela.

Leia também:

O corpo da estudante foi encontrado na última segunda-feira à tarde, às margens do rio Sorocaba, no interior paulista. A jovem morava em Votorantim e estava desaparecida desde domingo, depois de fazer o vestibular em uma faculdade no centro de Sorocaba.

O último contato da estudante foi no início da noite de domingo, por WhatsApp, logo após deixar o local da prova. Imagens de câmeras de segurança mostram Paulo Cesar Manoel, de 40 anos, abordando a vítima na Ponte Francisco Delosso, que passa sobre o rio.

Segundo laudo do IML, Rafaela morreu por afogamento, mas foi vítima de latrocínio – que é o roubo seguido de morte. Objetos foram levados da estudante, que pode ter sido jogada no rio.

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo