Gás de cozinha em São Paulo fica mais caro; veja novos preços

Por Metro Jornal

O gás de cozinha encanado ficou mais caro a partir desta sexta-feira (31), com o reajuste das tarifas pela Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo).

O produto é fornecido pela Comgás (Companhia de Gás de São Paulo), que atende mais de 1,8 milhões de clientes na Grande São Paulo e algumas regiões do interior.

Veja também:
Estação da Luz agora tem borrachões para diminuir vão entre trens e plataforma
Após três meses de alta, desemprego recua e afeta 13,2 milhões de brasileiros

Para consumo apenas com fogão, o valor passa de R$ 5,95 para R$ 7,09 o metro cúbico– variação de R$ 1,14, ou 19%. Para casas que também possuem aquecedor à gás, o aumento foi de 27%, subindo de R$ 5,40 para R$ 6,86.

O reajuste atinge ainda o fornecimento para o segmento comercial e o industrial. Até o GNV (Gás Natural Veicular) ficou mais caro, sendo vendo aos postos de combustível por R$ 2,17 – aumento de R$ 0,24, ou 12,5%.

Em fevereiro deste ano, a agência reguladora havia anunciado um aumento nas tarifas do gás. Para o segmento residencial, naquela ocasião, o aumento médio havia sido de 11%. Segundo a Arsesp, o novo reajuste “consiste, essencialmente, na reposição da inflação (IGPM) e no repasse da variação do custo do gás e do transporte, estes definidos pela Petrobrás.”

preços comgás 31 de maio de 2019 Reprodução/Arsesp

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo