Bebê é levado de maternidade em baú de moto por funcionária

Por Metro Jornal

Uma técnica de enfermagem de uma maternidade de Goiânia (GO) foi presa na quinta-feira (30) suspeita de ter levado um recém-nascido no local. O bebê nasceu no sábado (25) e havia sido disponibilizado para adoção – a mãe fugiu do hospital.

Segundo a Polícia Civil, a mulher levou a criança dentro do baú de sua moto, por cerca de 30 quilômetros, até deixá-lo na casa de sua tia – que também foi detida, junto com sua prima e o marido dela. Os quatro devem responder pelo crime de subtração de incapaz – até seis anos de prisão.

Veja também:
Campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta para público alvo
Queda do tabagismo no Brasil pode aumentar a longevidade

As buscas demoraram cerca de 10 horas. O bebê foi devolvido ao hospital e foi passado ao Conselho Tutelar, que o destinará a adoção.

Em depoimentos, a família esclareceu que a intenção era que o recém-nascido ficasse com a prima da funcionária, que sofreu aborto espontâneo durante a gestação e não poderia mais engravidar.

A Fundahc (responsável pela gestão do hospital), afirmou que a técnica de enfermagem trabalhava há nove meses na unidade, em um setor diferente. Ela será demitida.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo