PF apreende 970 kg de cocaína em carro e enterrada em sítio

Por Metro Jornal

A Polícia Federal prendeu em flagrante na madrugada de ontem três pessoas que transportavam cerca de 970 kg de cocaína em Biritiba-Mirim (Grande São Paulo).

Parte da droga foi encontrada pelos agentes em uma camionete e outra parcela já estava enterrada em um buraco no interior de uma chácara. Há suspeita de que uma aeronave foi usada para levar a droga até a cidade.

Segundo o delegado Fabrizio Galli, a PF tinha informações de que aquele veículo podia ser usado para transporte de droga. “Quando percebemos uma movimentação anormal dele, nós o abordamos na entrada da chácara.”

Galli disse que, dos três presos, dois estavam descarregando a droga da camionete e o terceiro era o piloto do avião.

Eles serão autuados por tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico. Embora não saiba de onde veio a cocaína nem qual seu destino ainda, Galli afirmou que, como o Brasil não é produtor da droga, ela veio de fora do país.

Os policiais encontraram documentos do avião, um bimotor com seis lugares, no interior da chácara. Segundo Galli, alguns bancos da aeronave  tinham sido retirados e outros estavam rebatidos, abaixados. “Eles fazem isso para que a droga caiba na aeronave.”

O delegado disse que essa apreensão de cocaína é a maior feita pela PF das que chegaram pelo ar.  


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo