Morre criança que teve 80% do corpo queimado em vazamento da Transpetro no RJ

Por Metro Jornal com Agência Brasil

Uma criança de 9 anos faleceu nesta quinta-feira (23) na Baixada Fluminense, após ter 80% de seu corpo queimado num vazamento de gasolina de um duto da Transpetro, em Duque de Caxias. Ana Cristina Pacheco Luciano deu entrada no hospital na madrugada de 26 de abril, com estado de saúde gravíssimo, segundo boletim médico.

Leia mais:
Em resposta a rompimentos, Ministro de Minas e Energia diz: ‘não existe barragem segura’

Ana Cristina caiu em uma poça da gasolina e broncoaspirou o produto, segundo o subsecretário de Defesa Civil de Duque de Caxias, André Xavier. As sequelas sofridas foram também internas. A menina seria transferido para o Hospital Pedro II, especializado em queimaduras, porém seu quadro não permitiria a viagem até Santa Cruz.

Duas outras vítimas do vazamento também foram internadas no mesmo hospital, e receberam alta na manhã do dia seguinte.

A Polícia Civil apreendeu quatro pessoas, sendo um policial militar, após investigar o vazamento e chegar até a hipótese de roubo de combustível. Segundo os policiais, tratava-se de uma quadrilha especializada em furto de petróleo cru.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo