Talude de Barão de Cocais pode romper a qualquer momento; barragem seria afetada

Por Metro Belo Horizonte

A movimentação no talude Norte da cava da mina Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG) pode provocar um rompimento na barragem Sul Superior a qualquer momento – a estrutura tem 4,8 milhões de metros cúbicos de rejeitos. Segundo a Vale, foi iniciada a construção de um muro de concreto e o posicionamento de telas metálicas e blocos de granito como medidas adicionais para contenção de emergência.

O talude é um terreno inclinado que dá sustentação à cava da mina, desativada desde 2016. A previsão da mineradora é que, caso continue a movimentação de quatro centímetros por dia, o material se desprenda até o dia 25 de maio. Apesar de não haver “elementos técnicos para se afirmar que o eventual deslizamento provocará ruptura da barragem Sul Superior”, a empresa alegou que há possibilidade da situação ser um gatilho para a liquefação da estrutura, localizada a 1,5 km de distância. A situação é monitorada 24h por dia, com uso de radar e estação robótica.

Talude Barão de Cocais

Baixa participação

Diante dos riscos cada vez mais elevados na região, a Defesa Civil realizou no último sábado simulado de evacuação em Barão de Cocais. A previsão era de que 6.000 pessoas participassem, mas a corporação registrou a presença de 1,6 mil – menos de 30% do esperado. “Muitas pessoas nos disseram que não participaram da simulação porque já haviam participado do outro simulado realizado e, por isso, já sabiam das rotas de fuga e decidiram não se encaminhar até o ponto de encontro”, disse o tenente-coronel Flávio Godinho.

A previsão é que parte da cidade seja soterrada pela lama em 1h12 minutos – as áreas atingidas estão sinalizadas. No treinamento, os participantes levaram 43 minutos para evacuar completamente o local.

O rompimento da barragem em Brumadinho em janeiro deixou 240 mortos e 30 desaparecidos.

Veja também:
Quadrilha faz reféns e assalta banco em madrugada de terror em Pouso Alegre (MG)
Começa a Campanha do Agasalho 2019 em São Paulo! Vamos ajudar?


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo