Internet no ABC: Banda larga voa em São Caetano, mas patina em Rio Grande da Serra

Por Vanessa Selicani - Metro ABC

A disponibilidade de conexões para a internet é desigual entre as cidades do ABC. Enquanto São Caetano tem densidade que extrapola 100%, em Rio Grande da Serra a concentração de acessos à rede por 100 domicílios é de apenas 25,5%.

A análise regional da estrutura para o uso da internet é parte de estudo apresentado pelo diretor do Itescs (Instituto de Tecnologia de São Caetano) Paulo Roberto Silva, durante a 7a carta de conjuntura do Observatório de Políticas Públicas, Empreendedorismo e Conjuntura da USCS (Universidade Municipal de São Caetano).

Para o especialista em tecnologia, a infraestrutura de banda larga no país é um fator de desenvolvimento regional. “Os municípios com maior densidade de acessos apresentam maior propensão ao desenvolvimento de empreendimentos digitais locais.”

Veja também:
Quadrilha faz reféns e assalta banco em madrugada de terror em Pouso Alegre (MG)
Talude de Barão de Cocais pode romper a qualquer momento; barragem seria afetada

Silva afirma que as empresas que oferecem o serviço levam em conta a demanda pelas conexões e o custo da infraestrutura na hora da expansão. “Elas não têm compromisso de universalização. Por isso, preferem instalar conexões em regiões densas, de preferência com grande concentração de prédios. A baixa densidade é problema nas periferias e também em regiões como Alphaville [bairro nobre de Barueri].”

Na prática, o morador sente os efeitos da baixa densidade na pouca oferta de empresas e na velocidade reduzida da internet.

A melhor situação na região é de São Caetano, com densidade de 118,6%. Em seguida, aparecem Santo André (86,2%), São Bernardo (75,2%) e Diadema (60,2%). Veja a tabela completa:

internet no abc

O pesquisador diz que as prefeituras poderiam incentivar os acessos com a instalações de pontos de wi-fi gratuitos. Mas estaria nas mãos do governo federal as principais medidas para mudar a situação. “É muito complexo atualmente ter a concessão federal para abrir uma operadora. Isso impede o surgimento de empresas regionais, que atendam as áreas rurais, por exemplo, ou bairros com menos interesse das grandes empresas.”

Empresas que disponibilizam fibra óptica

  • Santo André
    Oi, Vivo, Tim, Claro, Abrint Abramult, Telebrás e Level 3
  • São Bernardo
    Oi, Vivo, Algar, Tim, Claro, Abrint Abramult, Telebrás e Level 3
  • São Caetano
    Oi, Vivo, Algar, Tim, Claro, Abrint Abramult, Telebrás e Level 3
  • Diadema
    Vivo, Algar, Tim, Claro, Abrint Abramult e Telebrás
  • Mauá
    Vivo, Tim, Claro, Solintel e Telebrás
  • Ribeirão Pires
    Vivo, Claro e Solintel
  • Rio Grande da Serra
    Vivo
  • São Paulo
    Oi, Vivo, Algar, Tim, Claro, Abrint Abramult, Telebrás, Level 3 e Eletronet
  • Belo Horizonte
    Oi, Vivo, Algar, Tim, Claro, Abrint Abramult, Telebrás, Level 3, Eletronet, Solintel e RNP
  • Florianópolis
    Oi, Vivo, Tim, Claro, Abrint Abramult, Telebrás e Eletronet

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo