Bispo acusado de extorsão e de encobrir abuso sexual renuncia ao cargo em Limeira

Por Metro Jornal

O bispo da Diocese de Limeira, interior de São Paulo, renunciou ao cargo. Dom Vilson Dias de Oliveira teve seu pedido atendido por Papa Francisco, que nomeou nesta sexta-feira (17) dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida, para ocupar a função interinamente.

Em abril, dom Vilson foi denunciado ao MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) por extorsão e enriquecimento ilícito. Ele também teria acobertado casos de abusos sexual cometidos por um padre em Americana, também interior do Estado. Pedro Leandro Ricardo foi suspenso em janeiro das funções de reitor e pároco da Basílica Santo Antônio de Pádua.

Veja também:
Em operação contra pedofilia, frentista é preso suspeito de abusar sexualmente de bebê
Anvisa interdita lote de vacina contra difteria, tétano e hepatite B

A renúncia de Oliveira é acompanhada de uma carta, que também foi divulgada pelo site do Vaticano. “Hoje me despeço de vocês como Bispo Diocesano e peço minha renúncia por amor à Igreja de Cristo e pelo bem desta Diocese para que os trabalhos pastorais possam continuar crescendo e se fortalecendo com a doação incansável de cada um de vocês que se dedicam ao Reino de Deus”, disse.

Em coletiva na manhã desta sexta, Brandes deixou claro que sua substituição é temporária e que irá assumir funções administrativas enquanto o Vaticano decide quem tomará o lugar de dom Vilson.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo