TCM libera assinatura de contratos da licitação dos ônibus

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo foi liberada pelo TCM (Tribunal de Contas do Município) para assinar os contratos da gestão de ônibus municipais com as empresas vencedoras da licitação.

O conselheiro do tribunal Edson Simões havia determinado que os documentos só poderiam ser assinados caso as empresas pagassem de uma vez R$ 171,4 milhões. O colegiado corrigiu a informação para a mesma do edital, que prevê depósitos em 48 meses sobre os terminais e 3 pagamentos para o sistema de monitoramento.

Veja também:
Desemprego cresce em 14 estados no primeiro trimestre do ano, diz IBGE
Enem 2019: Estudante tem até sexta para alterar informações na inscrição

O valor final da licitação de ônibus, com duração de 20 anos, é de R$ 71,14 bilhões. Com os contratos assinados, as empresas terão que assumir os serviços em até 120 dias, seguindo as regras do novo edital.

Apesar da concorrência, as empresas que atuam no serviço de ônibus de São Paulo continuarão as mesmas. O sistema municipal de transporte público atende 9,5 milhões de passageiros por dia e conta com 1.340 linhas e 14.377 ônibus.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo